+ortho.i

CONTACT US

Sao Paulo, Brazil

Dallas, USA

Barcelona, Spain

© 2019 by Orthoi Consulting

  • Instagram Social Icon

HYBRID ORTHODONTICS - PAST, PRESENT AND FUTURE

Welcome to the First Brazilian Orthodontic’s blog! Since 2006. We are pleased to announce that we have nowadays over 3.000 followers, orthodontists from different countries, languages and backgrounds . If your internet browser doesn’t offer the automatically translation mode, please copy and paste this text to the link below and get yourself updated with the most advancement News about Orthodontics, Education and LifeStyle. (https://translate.google.com)


 

___________________

 

 

 

Olá colegas ortodontistas de diferentes partes do mundo,

 

 

Hoje nosso artigo vai refletir um pouco sobre as técnicas ortodônticas que fazem parte da nossa especialidade há mais de 100 anos. Primeiramente vamos definir a palavra “Hybrid”. Das diferentes definições existentes, essa me parece a mais apropriada para nossa área “anything derived from heterogeneous sources, or composed of elements of different or incongruous kinds”.

 

 Qual técnica ortodôntica eu deveria investir mais tempo e conhecimento?

 

E a resposta é simples, em todas. A Ortodontia do futuro será híbrida. Porque a Ortodontia do presente também é híbrida e a Ortodontia do passado também foi híbrida.

A má oclusão esquelética e dentária é um tópico muito mais complexo do que a definição e conceitos que aprendemos em 3 anos de pós-graduação ou vários anos de prática clínica. Poucos são os estudiosos e clínicos que conhecem a fundo todos os mecanismos e etiologia da má oclusão. A má oclusão se modifica, intensifica e sofre direta influência da maturação óssea e dos fatores ambientais, nada é estável no corpo humano, tudo é dinâmico. Uma prova dessa complexidade, por exemplo, até hoje não conseguirmos estabilidade dos resultados a longo prazo. Ou ainda para solucionar casos clínicos complexos devemos sempre utilizar diferentes aparelhos, técnicas e acessórios.

 

Seguindo essa linha de pensamento e fazendo uma restrospectiva dos tratamentos ortodônticos, veremos que desde de sempre usamos mais de um conceito ou técnica para tratar nosso pacientes. Por exemplo, aparelhos ortopédicos e aparelhos ortodônticos fixos, usados concomitantemente ou não. Aparelhos extra-bucal e aparelhos intra-bucal. Ortodontia e Cirurgia Ortognática. Técnica Straight-Wire com Técnica do Arco Segmentado, Rickets, etc. Técnica Edgewise com diferentes acessórios e elásticos intermaxilares. Distalizadores ou Propulsores com brackets, bandas e fios. Ancoragem Esquelética com Aparelhos Ortopédicos, Aparelhos Ortodônticos ou Alinhadores Transparentes. Técnica lingual no arco superior e técnica bucal no arco inferior, etc.

 

 Então os alinhadores transparentes não serão o aparelho ortodôntico exclusivo do futuro?

 

Não. O futuro dos aparelhos ortodônticos estão no: diagnóstico, softwares e dados. Os alinhadores transparentes são o presente da Ortodontia, eficientes por estarem associados ao planejamento virtual. Devemos utilizá-los e estudarmos como sempre fizemos com as diferentes terapias e técnicas previamente existentes. Divergência entre as comunidades ortodônticas sempre existirão, mais uma coisa me parece certa, uma técnica sempre vai depender de outra para chegar ao êxito, pelos mesmos nas próximas décadas. Casos clínicos tranquilos podem sim serem tratados somente com uma técnica, seja qual for a sua preferência. Casos complexos, não.

 

 Atualmente acredito na teoria que devemos usar o melhor de cada mundo. Em algum momento do tratamento ortodôntico em adultos devemos aproveitar os benefícios e melhor controle da mecanoterapia com aparelhos fixos, seja no inicio ou ao final do tratamento. Com a grande valorização dos aparelhos invisíveis pela sociedade leiga e vantagens associadas a higiene e alimentação, eu particularmente também sempre utilizo os alinhadores em algum momento do tratamento, principalmente nos arcos superiores. Em resumo, a lei se aplica a todos as técnicas, você pode até conseguir solucionar os problemas somente com uma ferramenta, porém, em algum momento alguém será prejudicado, paciente ou doutor, com tratamentos longos, resultados parciais, falta de estabilidade ou qualidade dos resultados obtidos.

 

Importante, importante, importante. Se a técnica ortodôntica sempre foi, e será híbrida por um bom tempo, o que então difere a Ortodontia do século passado para a Ortodontia do novo século? R: Não são os aparelhos e sim os softwares. Nós ortodontistas devemos investir na Ortodontia Digital 3D e ferramentas que deverão potencializar nosso conhecimento. "If you want to know the future of orthodontics, do not invest in appliances, invest your time and money in diagnosis, science and research”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECENT POSTS

August 4, 2018

Please reload

ARCHIVE POSTS

Please reload